ERVAS MEDICINAIS

SABENDO-SE DO CRESCENTE INTERESSE NA PROCURA PELA MEDICINA ALTERNATIVA, O OLHO DE HORUS, A FIM DE ATENDER AOS SEUS CLIENTES E VISITANTES, VEM REALISANDO NESTE ESPAÇO, UMA SELEÇÃO DAS ERVAS MAIS SIGNIFICATIVAS PARA O SEU USO. ESPERAMOS PODER ATENDER SUAS EXPECTATIVAS E NECESSIDADES! VISITE TAMBÉM O NOSSO SITE: www.olhodehorus.com

18 junho, 2006

Repolho


REPOLHO


Nome científico: Brassica oleracea var. Capitata L.

Família: Brassicaceae.

Constituintes químicos: arsênico, gefarnate, minerais (cálcio, fósforo, ferro, sódio, potássio, magnésio, cloro, enxofre), vitaminas A, B1, B2, B5, C.

Propriedades medicinais: antibiótico, abstergente, anti-úlcera.

Indicações: abscessos, anemia, distúrbios intestinais, dores reumáticas, estimular o crescimento dos cabelos, feridas, fortalecer a parede do estômago contra os ataques ácidos, gota, hemorróidas, nevralgias, reumatismo, tuberculose, úlcera gástrica e duodenal.

Parte utilizada: Folhas

Contra-indicações/cuidados: o consumo do repolho, como alimento, não é indicado aos portadores de perturbações gastrointestinais agudas ou crônica. Neste caso toma-se o suco como medicamento, fora do horário das refeições.

Efeitos colaterais: comido em excesso, dá origem a formação de gases intestinais.

Modo de usar:
- comer preferencialmente cru, picado bem fino, em saladas, com suco de limão; poderá também ser consumido refogado, em sopa, ou outro modo;
- suco de repolho fresco: 250 ml por dia, alivia a dor e cura úlceras gástricas e duodenais;
- suco de repolho aplicado em fricções no couro cabeludo, duas vezes ao dia: estimular o crescimento do cabelo;
- suco de repolho e aipo: distúrbios intestinais;
- água do repolho: enfermidades do estômago, úlceras internas, hemorróidas, alcoolismo. Tomar uma colher das de sopa de hora em hora;
- cataplasma. Tritura-se as folhas em um pilão ou outro meio: feridas, tumores, inflamações, hemorróidas, gota, reumatismo, etc;

Nota: ao cozinhar o repolho, fazê-lo rapidamente com a panela destapada, para eliminar o odor característico. Cozido ele é mais indigesto que cru.